Tradução em tempos de crise – Parte 2

sexta-feira, março 11th, 2022

Nas últimas semanas o mundo observou com muita tristeza e horror a situação que está se desdobrando na Ucrânia, e no meio do processo de tentar ajudar e refletir sobre todos os desdobramentos, não pudemos evitar notar o aumento enorme de procura de intérpretes de língua ucraniana em países como Espanha, Alemanha e Inglaterra e o que isso significa.

Já falamos anteriormente sobre as traduções em tempos de crise e como o trabalho de um tradutor ou intérprete acaba se tornando algo fundamental no contexto de ajudar alguém ou garantir sua segurança. É o caso do que está acontecendo com os milhares de refugiados ucranianos. Atualmente, 33 países autorizaram a entrada de ucranianos, incluindo o Brasil, e isso gera uma demanda por ajuda e serviços linguísticos, principalmente numa língua tão diferente como o ucraniano.

No caso do Brasil, apesar de estarmos mais distantes do conflito, está ocorrendo uma preparação gradual, com procura urgente de tradutores de tradutores e intérpretes para receber potenciais imigrantes ucranianos. Conforme afirmou Claudia Carletto, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania: “Mais importante do que ter expectativa é estar preparado para caso isso aconteça. Nós temos a experiência do fluxo migratório intenso de venezuelanos para o Brasil. Temos essa experiência de migração em casos de grandes crises humanitárias”.

Alguns países, como a Espanha, estão também dando um passo a mais, com iniciativas de ensino de línguas para refugiados, conforme conta esta notícia, já que não basta apenas receber as pessoas: elas precisam ser integradas à sociedade e conseguir se inserir no mercado de trabalho para subsistir.

Apesar do contexto terrível e de desejar que esses esforços não fossem necessários, gera um certo grau de esperança observar como muitas forças em muitos locais estão se unindo e construindo pontes tanto linguísticas como humanitárias em prol de ajudar o próximo, que é a intenção e a base primordial da tradução. Resta oferecer o máximo apoio possível aos nossos colegas que trabalham com estes pares ou dentro destes contextos de negociação e ajuda humanitária, e procurar ajudar da melhor forma possível dentro do nosso contexto.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vernaculum - Todos Direitos Reservados 2019