Sistema de classificação JEL

sexta-feira, agosto 2nd, 2019

Já destacamos várias e várias vezes que, na Vernaculum, trabalhamos com uma grande variedade de áreas, terminologias e setores, com maior destaque para a área de Economia. Trabalhamos para algumas revistas, traduzindo e revisando artigos, sempre muito interessantes e abrangentes. E algo que, desde o começo nos chama muito a atenção, é como existe uma organização clara e bem dividida entre assuntos e temas, tudo graças ao Sistema de organização JEL.

O Sistema de classificação JEL, criado justamente pelo Journal of Economic Literature, consiste em um padrão de letras e números publicado trimestralmente pela American Economic Association, contendo artigos de pesquisa publicados em revistas, além dos livros mais recentes. Existe, inclusive, uma base de dados da AEA que permite pesquisar pelos códigos, para encontrar conteúdo específico, dos mais variados tipos e origens.

Alguns dos códigos, com os quais já trabalhamos, são estes:

  • JEL: A11 – Papel da economia; Papel dos economistas; Mercado para os economistas;
  • JEL: B24 – [História do pensamento Econômico] Socialista; Marxista; Sraffa;
  • JEL: B26 – Economia financeira
  • JEL: C12 – Testes de hipóteses: geral
  • JEL: C13 – Estimação: geral
  • JEL: C14 – Métodos semi-paramétricos e não-paramétricos: geral
  • JEL: C15 – Métodos de simulação estatística: geral
  • JEL: D14 – Poupança doméstica e Finanças pessoais
  • JEL: E12 – Keynes; Keynesiano; Post-Keynesiano
  • JEL: E13 – Neoclássico
  • JEL: E24 – Emprego, Taxa de desemprego; Salários; Distribuição de Renda intergeracionais; Agregado Capital Humano
  • JEL: E31 – Nível de Preços; Inflação; Deflação
  • JEL: E32 – Flutuações de negócios; Ciclos
  • JEL: E52 – Política monetária
  • JEL: H71 – Tributação estadual e local, subsídios e Receita
  • JEL: J11 – Tendências Demográficas e Previsões
  • JEL: O11 – Análise Macroeconômica do Desenvolvimento Econômico

Apesar de esta lista parecer muito intimidadora, por conter palavras e expressões muito fora do que se fala no dia-a-dia, como tradutores, usamos esses códigos ao nosso favor: o código JEL específico pode ser muito útil, para refinar nossas pesquisas por terminologias específicas, além de auxiliar na hora de montar um dicionário sobre o assunto. O código nos direciona para um único lugar, orientando nossas buscas e facilitando o processo de pesquisa de vocabulário.

Isso revela que, mesmo com a complexidade, sempre é possível encontrar recursos e formas de estudar e se informar para realizar uma tradução ou revisão de forma correta e com qualidade, que é o nosso maior objetivo! Entender as áreas com as quais trabalhamos, seus desdobramentos e as referências comuns, é a melhor forma de trabalhar.

Se você gosta desse tipo de conteúdo, recomendamos muito que conheça e acesse o site da revista Economia e Sociedade. Lá você encontra textos com os mais variados temas e classificações, e todos os textos são revisados pela Vernaculum!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vernaculum - Todos Direitos Reservados 2019