Palavras de 2019

sexta-feira, janeiro 31st, 2020

Semana passada, compartilhamos com vocês alguns termos que foram aderidos aos dicionários, tanto em inglês quanto espanhol. Esta semana, trazemos alguns termos que compilamos de vários sites diferentes como sendo as palavras do ano.

Conferindo as publicações do site Dicio, é visível que as questões climáticas e os desastres naturais que assolaram o Brasil do ano de 2019 impactaram bastante na população, e isso se refletiu na língua, sendo palavras como “Barragem”, “Incêndio” e “Amazônia” consideradas de grande importância. E não é para menos: a linguagem, de modo geral, é uma ferramenta de informação e apoio para passar uma mensagem, e é claro que situações extremas requerem palavras específicas para conscientizar e informar, ou até mesmo para ajudar aqueles que querem entender melhor, a pesquisar.

Além disso, a Dicio também lista algumas gírias, em específico relacionadas a grupos sociais como o LGBTQ+, como “lacrar” e “biscoito/biscoiteiro”. E essa tendência é sustentada pelo site Folha PE, que traz mais algumas expressões, também associadas a este grupo. A mudança política do ano 2019 foi claramente um momento de agitação social, especialmente para o grupo mencionado, e uma forma de expressar isso é através da língua, com o uso de palavras e expressões que, a princípio, são limitadas a essa esfera, e que posteriormente vão sendo adotadas por todos aqueles que simpatizam ou se solidarizam com a luta.”Resistência” e “Empoderamento” são alguns exemplos importantes.

Por último, destacam-se termos como “mindset”, “coach” e “burnout”, que caracterizam-se como jargões empresariais que começaram a surgir há alguns anos, mas ganharam força em 2019 com a popularização das pequenas empresas e das inovações empresariais, melhor conhecidas como “startups”.

Em Portugal, existe também uma iniciativa que escolhe o termo do ano por meio da avaliação das publicações recentes, com o intuito de destacar o dinamismo e a riqueza da língua, além da importância das palavras na produção social e cultura. Você pode conferir aqui.

Assim, podemos concluir que, como sempre, a língua está em constante expansão, e ela reflete a mentalidade de segmentos sociais, ideologias e preocupações da nossa sociedade, de modo geral. Cada vez mais, com o surgimento de novas questões a serem tratadas, e novos desafios, nossa língua se enriquece ainda mais. O importante aqui é lembrar que essa transformação não pode vir sozinha e precisa ser acessível para todos, para preservar a capacidade de se comunicar e se compreender dentro de uma sociedade. A internet e os meios de comunicação são ferramentas que, com certeza, ajudam muito nesse sentido, mas fica o questionamento se são suficientes.

E por que isso é importante? Porque compreender profundamente a linguagem, junto com tudo aquilo que ela envolve, culturalmente, é um dos nossos pilares fundamentais: o diferencial da Vernaculum é que, acima de tudo, valorizamos as características intrínsecas da língua e todo seu contexto, para fazer um trabalho de qualidade e altamente exato.

Qual foram as palavras mais utilizadas na sua região ou no seu núcleo específico? Deixe nos nossos comentários!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vernaculum - Todos Direitos Reservados 2019