A problemática da baleia

sexta-feira, outubro 14th, 2016

ob-ua578_orca1_p_20120803171838Anteriormente, já mencionamos aqui no blog termos que, por serem mal traduzidos, marcaram a história ou a cultura de algum lugar, com fortes impactos na compreensão. Hoje, vamos falar de outro caso que basicamente alterou a biologia toda dos animais com maior distribuição geográfica (maior até que a do homem!).

Todos já viram em algum lugar as famosas orcas, ou “baleias assassinas”. São animais muito curiosos, e conhecidos por fazerem shows em aquários ao redor do mundo (tema polêmico, mas aqui nosso foco é a língua). O que nem todos sabem é que estes animais não tem nada de baleias, mas bastante de assassinas.

Na realidade, o nome originou-se de um erro de tradução dos diários de marinheiros espanhóis, que denominaram estes animais como “Asesinas de ballenas”, exatamente o oposto de baleia assassina. Na verdade, estes animais são da mesma família dos golfinhos, e se alimentam de animais de maior porte, como é o caso das baleias ou até mesmo tubarões (achou que estava brincando quando disse que elas eram assassinas?).

O interessante aqui, é que apenas por uma simples troca de ordem de palavras, o mundo inteiro praticamente comprou a ideia errônea de que estes animais são de fato baleias. Talvez até, seja por esse motive que as pessoas se chocam tanto ao saber de casos nos quais orcas assassinam seus treinadores ou outros animais. Afinal de contas, baleias de modo geral têm um comportamento bastante pacífico.

Outra questão que mostra como nos atentamos pouco à terminologia que utilizamos é que apenas uma simples pesquisa no Google nos tiraria dessa “fantasia” de que orcas são animais fofinhos e calmos: O nome Orca e o termo Orcinus, que denomina o gênero biológico deste animal, possuem raízes romanas e significam respectivamente “inferno/deus da morte” e “do reino da morte”!

Então, da próxima vez que você ver alguém falando sobre este animal, ou comentando algo a respeito, aproveite a oportunidade para esclarecer e mostrar como é interessante o comportamento dos erros de tradução. E aproveite para alertar seus amigos: não se deve brincar com animais selvagens.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vernaculum - Todos Direitos Reservados 2019